Pular para o conteúdo principal

Brasileiros Constroem Réplica de Saqqara Para Estudar Física Quântica

O que teria levado as antigas grandes civilizações ao redor do planeta construírem pirâmides? 



Que conhecimento eles possuíam para erguerem esses monstruosos monumentos? seriam para fins ritualísticos ou tinham um propósitos ainda desconhecido por nós? Pesquisas recentes mostram que essas construções foram feitas em locais específicos e escolhidos com precisão matemática levando em consideração a malha eletromagnética terrestre.
Partindo de diversas pesquisas teóricas e em campo através de expedições, um grupo brasileiro de pesquisadores sediado em Corguinho no Mato Grosso do Sul dedica-se a comprovar cientificamente a utilização das pirâmides no campo quântico. A equipe de pesquisa do Centro Tecnológico Zigurats (CTZ) coletou ao longo dos últimos 18 anos diversas informações e dados nas construções escalonadas e piramidais ao redor do mundo e também em geoglifos cifrados, o que levou a concluir que todas as grandes civilizações usaram essas construções para a geração de energia, sendo a principal delas a energia taquiônica.
Para poder comprovar cientificamente, o grupo projetou e construiu uma réplica em escala menor da pirâmide de Saqqara do Egito. Em fase final de acabamento, a réplica também foi construída em um importante ponto nevrálgico da malha eletromagnética da Terra, localizado na Cidade Zigurats em Corguinho. O objetivo desse projeto, segundo seu responsável, Urandir Fernandes de Oliveira, é comprovar na prática o que hoje é apenas teoria sobre a teoria das cordas e a energia taquiônica, comprovando cientificamente que a energia taquiônica é neutra, composta por pares de partículas com cargas elétricas opostas que se anulam e equilibram, movendo-se 27 vezes mais rápido do que a luz, não possuindo massa, sendo assim pura energia.

Os pesquisadores do CTZ acreditam que a energia gerada pelas pirâmides, interagindo com as partículas fotônicas que permeiam o ar, podem propagar informações em longas distâncias, podendo até se tornar um possível meio de comunicação no futuro. Os estudos nessa pirâmide pretendem demonstrar também que nossa tecnologia atual é muito limitada, e que as antigas civilizações não necessitavam usar cabeamentos nem transmissão elétrica, porque sabiam aproveitar e utilizar a energia produzida pelas pirâmides, sendo o grande objetivo final dessa pesquisa do CTZ, resgatar esse conhecimento perdido.
Além da pesquisa, a pirâmide poderá também ser utilizada como habitação, e pode ser visitada por quem se interessar. Para saber mais informações e conhecer a pirâmide brasileira, entre em contato com o departamento de imprensa através do telefone 11-34599945 ou através do email [email protected]
Autores: Alessandro Oliveira e Vanessa Oliveira

Postagens mais visitadas deste blog

Urandir Receberá título de Cidadão Sul Matogrossense

Felipe Orro, Eli Sousa e Urandir Fernandes O deputado estadual Felipe Orro (PSDB) confirmou na tarde de quarta-feira, 27 de fevereiro, que fará uma visita à Cidade Zigurats, base das pesquisas realizadas pela equipe de cientistas do Centro de Pesquisas Dákila, que está localizado no município de Corguinho a cerca de 100 km da Capital do Estado.
A confirmação do interesse do deputado em conhecer o centro de pesquisas que tem causado alvoroço nos meios científicos mundiais foi relatada durante a visita do empresário e presidente do Dakila Pesquisas, Urandir Fernandes de Oliveira ao seu gabinete na Assembleia Legislativa. Urandir estava acompanhado do também empresário e radialista Eli Sousa.
Durante o encontro,  Urandir explanou ao deputado sobre as pesquisas mais recentes que estão sendo conduzidas pela equipe do Centro Tecnológico Zigurats.
Urandir Fernandes de Oliveira e Felipe Orro O tema gerou imediato interesse no parlamentar que já foi prefeito de Aquidauana, cidade com forte infl…

Palestra Internacional: Urandir fará conferência no Congresso Nacional do Paraguai

Urandir Fernandes de Oliveira, presidente do Dakila Pesquisas, realizará uma palestra no Congresso Nacional do Paraguai, na cidade de Assunção, capital do país.
O evento acontecerá no dia 14 de março ás 19:00 e terá como principal tema as novas descobertas das realidades paralelas e o desenvolvimento das habilidades pessoais.

Urandir Oliveira Recebe Título de Cidadão Rochedense

O presidente da Associação Dakila Pesquisas, Urandir Fernandes de Oliveira, recebeu uma importante homenagem dos vereadores da cidade de Rochedo no Mato Grosso do Sul no dia 22 de novembro de 2018. Durante solenidade especial em comemoração aos 70 anos de emancipação da cidade, Urandir Oliveira recebeu o título de Cidadão Rochedense, em reconhecimento ao desenvolvimento econômico e social que a Associação Dakila Pesquisas promove na cidade de Rochedo. Dentre os homenageados, figuram nomes conhecidos da política sul matogrossense, como o senador eleito Nelson Trad e seu irmão Fábio Trad, além de empresários da região como o dono do frigorífico Naturafrig Alberto Sergio Capuci. Dakila Pesquisas é uma associação de desenvolvimento tecnológico e humano, que ha mais de 20 anos fundou sua sede na região de Rochedo e Corguinho no Mato Grosso do Sul. Hoje conta com a participação de milhares de pessoas em todo o Brasil e diversos outros países.